04/05/2022 às 15h08min - Atualizada em 05/05/2022 às 00h00min

Lideranças católicas da Amazônia mobilizam campanha de conscientização para as eleições #EuVotoPelaAmazonia

Ação visa a importância de avaliar as candidaturas e eleger representantes comprometidos com a proteção da Amazônia em 2022

SALA DA NOTÍCIA Casa Galileia
REPAM
 

A  Rede Eclesial Pan-Amazônica (REPAM-Brasil), organismo da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), lança a campanha #EuVotoPelaAmazonia, que busca garantir que o cuidado integral com a Amazônia e seus povos seja assumido pelas candidaturas no pleito eleitoral de 2022.

A campanha tem o objetivo de mobilizar os católicos e a sociedade para a conscientização sobre o papel da representação democrática para os territórios e os povos amazônicos, como garantia de direitos e proteção da vida e do meio ambiente. Nos últimos anos, o bioma amazônico foi explorado violentamente com queimadas, desmatamentos, invasão de terras indígenas e o avanço do agronegócio e da mineração sobre territórios protegidos. 

 

Mesmo reconhecendo que outros biomas também estão ameaçados, a Amazônia tem significado crucial para o enfrentamento às mudanças climáticas e será a peça-chave da campanha.  “EuVotoPelaAmazonia” chama atenção da população sobre a importância de escolher políticos e governos comprometidos com a Ecologia Integral, a agroecologia, a justiça socioambiental, os povos indígenas, quilombolas, o direito à cidade  e com o reconhecimento da floresta como território sagrado de vida. 

 

Diversas ações serão realizadas ao longo do período eleitoral com propostas que devem ser levadas em conta no momento de escolha das candidaturas, entre elas: rodas de conversa sobre Amazônia e eleições, celebrações e orações com comunidades de dentro e de fora da Amazônia, lançamento de vídeos e uma grande missa no Dia da Amazônia (05/09).

“As eleições são um espaço fundamental para o exercício da cidadania e o momento durante o qual podemos decidir os rumos de nossa história e salvaguardar a democracia. Para isso, é importante uma educação integral de todos nós, povo brasileiro. Educação que ajude a fazer escolhas conscientes e pelo bem da coletividade. Nestas eleições, é importante que prestemos atenção nas propostas que os partidos e candidatos fazem em relação à Amazônia. Todos sabemos da importância fundamental do bioma amazônico e a sua sociodiversidade para o equilíbrio do clima e a garantia da possibilidade de vida para as gerações futuras”, diz Dom Roque Palloschi – Arcebispo de Porto Velho e Secretário da REPAM-Brasil


São mais de 180 povos indígenas, além de muitos grupos isolados vivendo neste vasto bioma.  O agronegócio, o garimpo, a extração ilegal de madeira, os grandes projetos econômicos são alguns dos fatores que contribuem para o desmatamento e o empobrecimento dos recursos naturais e dos povos que habitam a Amazonia.

“A Amazônia está sendo destruída e devastada por interesses econômicos, que provoca uma exploração desmedida dos recursos naturais, extraindo toda a possibilidade de vida, isso tudo em nome de um desenvolvimento tecnocrata, como nos fala a Laudato Si, colocando em risco a vida de todos os seres”, completa Dom Roque.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://sosnoticias.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp