15/06/2022 às 12h48min - Atualizada em 15/06/2022 às 14h50min

 Edusp lança ‘A Cor da Modernidade’, obra que analisa formação da identidade paulista

Autora debate a exclusão de negros e de mulheres na construção de um perfil branco, viril e afeito ao progresso para o desenvolvimento

SALA DA NOTÍCIA Murilo do Carmo Janelli
A Editora da Universidade de São Paulo (Edusp) lança oficialmente o livro "A Cor da Modernidade: A Branquitude e a Formação da Identidade Paulista", da historiadora norte-americana Barbara Weinstein e traduzido por Ana Maria Fiorini. Em São Paulo, o evento vai das 18 às 21 horas desta quarta-feira (22), na Livraria Martins Fontes Paulista, na Avenida Paulista, 509. No Rio de Janeiro está marcado para o dia seguinte (23), das 19 às 22 horas, na Livraria da Travessa, no Botafogo, na rua Voluntários da Pátria, 97.
 

A obra apresenta uma nova visão sobre a integração de São Paulo ao Brasil, ao analisar a rebelião paulista de 1932, também conhecida como Revolução Constitucionalista, e também as comemorações do 4º Centenário da fundação da cidade, em 1954. Weinstein se debruça sobre conceitos e problemas que são centrais para a compreensão da história do Brasil no século 20, com a exclusão de negros e de mulheres na construção de uma identidade branca, viril e afeita ao progresso.
 

Por meio de extensa pesquisa de fontes, a autora debate conceitos e problemas relacionados a nação e região, identidade, branquitude, raça, gênero, modernidade e progresso. Para Weinstein, são questões que não podem ser analisadas separadamente porque produzem desigualdades materiais, políticas e culturais. No caso paulista, ela observa  que a branquitude foi utilizada para indicar características “inatas” ou “naturais” de São Paulo, com o objetivo de explicar uma superioridade sobre as demais regiões brasileiras, em particular o Nordeste. 
 

A autora
Barbara Weinstein é professora de história da Universidade de Nova York e ex-presidente da American Historical Association (Associação Americana de História), ambas nos Estados Unidos. É autora de outros livros sobre o desenvolvimento econômico no Brasil, como “The Amazon Rubber Boom, 1850-1920” (1983), “For Social Peace in Brazil: Industrialists and the Remaking of the Working Class in São Paulo” (1996) e a versão original do lançamento da Edusp (The Color of Modernity: São Paulo and the Making of Race and the Nation in Brasil” (2015). 
 

Ela ainda tem artigos publicados na American Historical Review, Hispanic American Historical Review, ILWCH, Journal of Women’s History, Radical History Review, International Review of Social History e na Revista Brasileira de História, entre outros. 
 

Saiba mais sobre o livro no link
 
Mais informações - Ex-Libris Comunicação Integrada
Caio Prates - (11) 99911-2151
Fabio Galiotto - (43) 98455-1157
Murilo Carmo - (11) 97123-4167
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://sosnoticias.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp