28/04/2022 às 13h09min - Atualizada em 29/04/2022 às 00h00min

Bloomberg Línea elege Fernanda Ribeiro da Conta Black, uma das 50 mulheres de impacto da América Latina

A lista é uma vitrine das mulheres que mudam as regras do jogo e conta com 15 brasileiras selecionadas

SALA DA NOTÍCIA Sandra Roza
Larissa Isis
 

São Paulo, abril de 2021 -  Na segunda-feira (25), a Bloomberg Línea - marca multiplataforma de notícias de negócios na América Latina e no Caribe - divulgou a lista das 50 Mulheres de Impacto da América Latina. Entre as 15 brasileiras escolhidas, está Fernanda Ribeiro, co-fundadora e CCO da Conta Black e Presidenta da AfroBusiness Brasil. No país, a iniciativa elegeu personalidades das áreas financeira, tecnologia, varejo, mercado imobiliário, entretenimento, música e esporte.

 

Segundo a executiva, “é uma alegria e uma honra ter sido eleita como uma das 50 mulheres de impacto na América Latina. Para mim, é um grande reconhecimento pessoal e profissional de tudo o que venho construindo e realizando para o aumento da inclusão de mulheres, principalmente mulheres negras, no mercado financeiro e da tecnologia, também em cargos de lideranças”, destaca.

 

Formada em turismo e pós-graduada na área de comunicação corporativa, a executiva iniciou a sua carreira trabalhando em grandes companhias aéreas, nos setores de qualidade, e-commerce, experiência do cliente, treinamento e comunicação interna. Após ter um burnout, decidiu viver um período sabático e voltar ao mercado de trabalho como empreendedora. Em 2015, fundou a AfroBusiness Brasil - ONG que conecta empreendedores e profissionais negros a fim de fomentar o networkig e o black money. Um dos problemas que ela e o esposo, Sérgio All, encontravam frequentemente, em conversas com participantes dos encontros da ONG, eram as dificuldades de ter acesso a crédito bancário.

 

Diante disso, Ribeiro e All fundaram a Conta Black - Conta Black - hub de produtos e serviços financeiros alocados em uma conta digital - que tem o propósito de ampliar o acesso a serviços bancários a todas as pessoas, sem burocracia, por meio de ferramentas simples. 

 

Atualmente, Ribeiro dedica-se também ao desenvolvimento de ações e programas para fomento da diversidade, inclusão econômica e social relacionados às temáticas de gênero e étnico-raciais, com ênfase em empreendedorismo, tecnologia e finanças.

 

Além de Fernanda Ribeiro, integram a lista: a jogadora Marta, Bruna Marquezine, Cristina Betts, Bedy Yang, Gessika Kayane (Gkay), Alessandra Blanco, Flávia Faugeres, Leila Pereira, Gabriela Augusto, Liliane Rocha, Lindalia Sofia Junqueira Reis, Marta Pinheiro, Nicole Dyskant e Sílvia Penna.

 

Para a escolha final, jornalistas da Bloomberg Línea selecionaram 50 mulheres de 14 países da América Latina e Caribe: Brasil, Argentina, Uruguai, Colômbia, México, Costa Rica e Guatemala. El Salvador, Panamá, República Dominicana, Equador, Chile, Venezuela e Peru.

 

A lista não é um ranking, mas uma vitrine das mulheres que mudam as regras do jogo na região. A  equipe editorial avaliou três pontos principais: liderança, impacto financeiro e influência social.

 

Confira a lista completa neste link.

 

Sobre a Conta Black

Fundada em novembro de 2017 a Conta Black - hub de serviços financeiros e de consumo, alocado em uma conta digital - nasceu com o propósito de atender desbancarizados que não têm acesso a serviços bancários. Destinada a pessoas de todas as classes, a fintech oferece um leque de serviços com foco na educação financeira de seus usuários. O negócio teve início com investimento próprio, tendo recebido investimento-anjo recentemente.

 

Informações à imprensa:

[email protected]


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://sosnoticias.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp